TVs tentam caminhos para nova realidade

Nos bastidores de todas as TVs, especialmente das três principais, Globo, Record e SBT, está havendo a disposição de retomar a normalidade de algumas produções, mesmo com a necessidade de seguir rigorosos protocolos de segurança.

O problema é encontrar saídas para os tantos problemas que ainda existem. Por exemplo: como voltar com os programas de auditório, mas sem o auditório e não poder contar com o indispensável calor humano? Bem complicado.

E mesmo aqueles sem plateia, para a sua realização também será indispensável observar certos cuidados, que incluem segurança e proteção, para tornar possível a presença de pessoas em um estúdio.

Fora o jornalismo, já existem algumas iniciativas no entretenimento, entre elas o “Encontro” e “Conversa com Bial”, da Globo; “Ratinho” e “Domingo Legal” no SBT, mas muito poucas ou quase nada diante do panorama geral.

Um quebra-cabeça. À televisão, às vésperas de comemorar 70 anos no Brasil, diante do problema que atinge a todas as atividades, também caberá a missão de se reinventar.

Movimento

Por meio de videoconferência e skipe, a Record retoma os trabalhos de suas novelas. “Coaches”(preparadores) já estão em contato com o elenco de “Gênesis”, a próxima bíblica.

Nada consta

Ao SBT, de fato, foi oferecida a proposta de voltar com um jornal policial no final da tarde, início da noite. A direção da emissora, no entanto, não deseja investir nisso agora.

Cobertor curto

O SBT não reúne condições de ampliar a sua carga de jornalismo. Aliás, não existem planos nesse sentido. O que seria mais lógico era tentar algo no “Primeiro Impacto”, mas nem isso está sendo pensado.

Olha só

A partir desta próxima segunda a NordesTV deixa de existir e no lugar dela vai entrar a Band Ceará. A direção será de Augusto Correia de Lima. Também existe a proposta de ampliar as atrações locais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *