Record deve fechar mês à frente do SBT

As audiências registradas até agora mostram que em maio teremos uma repetição dos mesmos números de abril.

Portanto, mais uma vez, a Record deverá fechar o mês em segundo lugar no PNT, 24 horas. E com uma diferença ainda maior do SBT, em terceiro.

Nada indica um resultado diferente.

A Record ocupar o segundo lugar nas 24 horas seria um fato absolutamente natural, não tivesse ela a obrigação de exibir a programação da igreja na madrugada, sem registros de audiência em toda essa faixa.

São quatro horas de traço diariamente.

O que nos leva a concluir que, no pau a pau, programação contra programação, a distância entre uma e outra já chega a ser bem significativa.

É o tal negócio, assim como dinheiro, o Ibope também não aceita desaforo.

O SBT está brincando demais com a sua grade de programação. “Triturando” no lugar do “Fofocalizando”, luta-livre não dando certo e “Primeiro Impacto”, além de outros movimentos que só jogam contra o patrimônio.

Um dia a conta ia chegar. E chegou.

Balão de ensaio

O que acabou de acontecer com o “Primeiro Impacto”, que foi colocado em reprise na hora do almoço e depois de dois dias tirado do ar, em se tratando de SBT não é nenhuma novidade.

Antecedentes

Existem zilhões de antecedentes. Um programa da Adriane Galisteu também acabou depois de dois dias. E também teve novela interrompida no meio da sua exibição.

Em cima disso

Com a estratégia de apostar mais em matérias fortes e jornalismo, o “Domingo Espetacular”, da Record, diminuiu bastante sua diferença para o SBT. Em São Paulo, estão praticamente empatados.

Forte contribuição

Neste bom momento de audiência da Record, o “Hoje em Dia” tem destaque. Em várias praças, como Porto Alegre, Goiânia e Salvador, não raramente tem ocupado a liderança em seu horário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *